EVANGELIZE...NOSSAS CRIANÇAS

Frase para você pensar:


Quer você goste ou não, alcançar as crianças no mundo de hoje é uma questão de vida ou morte.

Que você seja encontrado fiel, transmitindo a Palavra da Vida para uma geração em perigo!”


(Warren W. Wiersbe)

segunda-feira, 22 de junho de 2015

ORGANIZANDO O CULTO INFANTIL


Prf. Marfiza (Iza) Vilanova Shoji
Introdução
Você já parou para pensar o que vem a ser Culto Infantil? Para respondermos a essa questão, primeiramente precisamos pensar no significado da palavra "culto".

Segundo o dicionário Aurélio, culto significa: "adoração ou homenagem à divindade". A Bíblia usa a palavra culto para se referir tanto ao culto ao único e verdadeiro Deus, como também a deuses falsos e imagens de esculturas (Ex 20:5).

Para nós cristãos, culto é serviço da nossa alma ao nosso Deus. Pensando dessa forma, será que cremos realmente que crianças podem cultuar a Deus?

"Cuidado, não desprezem nenhum destes pequeninos! (Mt 18:10-NTLH)

É claro que as crianças podem e oferecem culto genuíno a Deus. Por isso, precisamos ter cuidado para não desprezá-las. Não usem nunca a palavra "cultinho" para se referir ao culto infantil, pois elas não oferecem culto menor que os adultos.

Um fato importante que devemos observar é que as crianças estavam presentes nas principais celebrações do povo de Israel (Js 8:35, 2 Cr 20:13, Ne 12:43). Elas louvaram a Jesus em sua entrada triunfal em Jerusalém (Mt 21:15). Com isso concluímos que as crianças tem lugar importante no culto a Deus.

Culto = Escola Bíblica Dominical? Não! O culto é diferente da Escola Dominical, como o próprio nome diz, é uma escola onde a criança irá estudar e aprender sobre Deus e Sua Palavra. No culto infantil, ela cultua a Deus, ela apresenta todo o seu ser ao Senhor em atitude de adoração. É claro que também há estudo e aprendizagem, porém a ênfase é dada na adoração e no culto a Deus.

1. Liturgia do culto infantil

Tendo a visão correta do que é o culto infantil, precisamos planejá-lo e organizá-lo de maneira que levemos as crianças a terem comunhão com Deus através da oração, do ensino da Palavra, do louvor e de outras atividades onde vivenciem a verdadeira adoração.

Para atingir esses propósitos, precisamos dar atenção especial à liturgia do culto infantil.

O culto deve ser adequado à liturgia e à idade das crianças, e deve ter:

1.1 Oração
Durante o culto deve-se designar tempo especial à oração. Oração é a nossa conversa com Deus e pode ser: de adoração (exaltar o caráter de Deus), confissão, gratidão, petição e intercessão. É muito importante variar os métodos de oração. Por exemplo, pode-se fazer cadernetas, murais, cartões, amigos secretos de oração, fichas de diversos modelos, etc.

1.2 Leitura da Bíblia
A leitura deve ser de acordo com o objetivo a ser atingido no culto, sempre com textos curtos e simples de maneira que as crianças possam acompanhar e entender a leitura. Também se deve fazer a leitura de forma diversificada. Por exemplo: lida somente pelos meninos, pelas meninas, leitura alternada, etc. Nunca deixe de usar a Bíblia no culto infantil (grifo meu). Procure também utilizar cartazes, painés grandes e coloridos para fixação da mensagem do Grupo "maiores".

1.3 Mensagem
É a forma da aplicação da Palavra, quando ouvimos o que Deus tem a nos dizer. Deve ser ministrada de forma dinâmica e diversificada. Nessa hora, o dirigente deve ser criativo pra atrair a atenção da criança.

1.4 Música
Não use esse momento como um passatempo, frise sobre louvor e adoração a Deus. Use cânticos apropriados à idade das crianças e que contenham mensagens relevantes.

1.5 Atividade complementar
São atividades com diversas finalidades e objetivos como: ofertas, testemunhos, concursos, apresentações especiais, aconselhamento, etc.

1.6 Atividades de integração com a Igreja
Sugerimos que uma vez por mês as crianças participem do culto com os adultos. Nesses momentos pode haver participação especial das crianças, como: música, leitura da Bíblia, versículos memorizados, dramatizações, etc.

1.7 Atividade de integração com os pais
Ter no programa do culto infantil atividades que incentivem os pais a fazerem o culto doméstico. Planeje atividades semanais para que as crianças façam com os pais. Organize algumas reuniões com o objetivo de mostrar a importância dessas atividades.

É muito importante que as crianças recebam atividades para serem feitas com a família, reforçando a mensagem do culto. As crianças normalmente gostam de contarem aos pais as historinhas que ouviram. Estimule também aos pais a se envolveram nessas atividades extra-culto. (grifo meu)

1.8 Atividades de fixação e verificação do ensino
É de extrema importância ter uma atividade em que o professor possa reforçar o ensino e também verificar se os seus objetivos foram alcançados. Essas atividades podem ser em forma de concursos, dinâmicas, brincadeiras, dramatizações, etc.
2. Como organizar o culto infantil na sua Igreja

2.1 Faça a divisão das crianças por faixa etária

Sugerimos:

Berçário - 0 a 1 anos
Maternal - 2 a 3 anos
Grupo de crianças menores - 4 a 6 anos
Grupo de crianças maiores - 7 a 10 anos

Esses grupos podem variar de acordo com o número de crianças que freqüentam a Igreja. Se não houver muitas crianças na faixa etária de 4 a 10 anos, você pode fazer apenas um grupo e usar o material mais apropriado à maioria das crianças ou se ao contrário, sua igreja possui um grande número de crianças, você pode subdividir os grupos.

2.2 Forme um equipe

a. Procure pessoas que:

sejam vocacionadas para o trabalho com crianças;
tenham disponibilidade para trabalhar com crianças pelo menos durante um quadrimestre. Não é interessante que se mude o dirigente a cada domingo, pois ele não formará vínculo com as crianças e não terá uma visão geral do que está sendo ensinado, nem poderá traçar objetivos em longo prazo;
estejam dispostas a aprender sempre.

b. A equipe deve ser composta por:

Coordenador
Programa a escala dos dirigentes e auxiliares para todo o ano.
Organiza o material que será utilizado
Promove reuniões com toda a equipe para traçar objetivos e para avaliação do trabalho desenvolvido.

Dirigente (1 ou 2 para cada faixa etária)
Divide os trabalhos e programa os cultos com a equipe.
Coordena e orienta as tarefas dos auxiliares.
Dirige o culto.

Auxiliar
Ajuda na disciplina.
Ajuda nos cânticos.
Ajuda nos trabalhos e atividades de fixação do ensino.

Músico
Acompanha o período de louvor, tocando algum instrumento ou apenas dirigindo os cânticos.
Ensina novos cânticos.

É muito importante que essa equipe sempre se reúna para orar, compartilhar bênçãos, necessidades e dificuldades do trabalho.

2.3 Adote um material de qualidade

Você pode criar o seu próprio currículo, planejando os temas que serão abordados durante todo o ano e buscando materiais existentes no mercado que o auxiliem na abordagem desse currículo.



Conclusão
No culto infantil a criança deve ser sempre incentivada para que ore, leia a Bíblia, aprenda e adore ao único e verdadeiro Deus.

domingo, 7 de junho de 2015

PARABÉNS PASTOR


“P” é para PACIÊNCIA  - “Sede vós também pacientes, e fortalecei os vossos corações, pois a vinda do Senhor está próxima”.(Tg 5.8)


“A” é para APASCENTAR - “Apascentai o rebanho de Deus, que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente”.(1Pe 5.2)


“R” é para RECOMPENSA - “ Mas sede fortes, e não desfaleçam as vossas mãos; porque a vossa obra terá recompensa”.(2Cr 15.7)


“A” é para ALEGRIA - “Servi ao Senhor com alegria, apresentai-vos diante dele com cântico”.(Sl 100.1)


“B” é para BÊNÇÃO - “O Senhor vos aumente bênçãos mais e mais, sobre vós e sobre vossos filhos”.(115.14)


“E” é para ESPERANÇA - “Bendito o homem que confia no Senhor, e cuja esperança é o Senhor”.(Jr17.7)


“N” é para NARRAR - “Para narrardes... que este é Deus, o nosso Deus para todo o sempre; ele será nosso guia até a morte”.(Sl 48.13,14)


“S” é para SANTIFICAR - “ O mesmo Deus da paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, alma e corpo, sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo”(1Ts 5.23).




Read more: http://blogtiale.blogspot.com/2010/06/dia-do-pastor-textos-dinamicas-jogral.html#ixzz3cOlztOm3

Jogral Dia do Pastor

Jogral  01
PERSONAGENS
6 moças e um narrador.
CENÁRIO
O narrador deve colocar-se do lado esquerdo. O pastor e a esposa são convidados a sentarem-se do lado direito. As moças, à medida que forem entrando, vão se colocando no centro do palco. Cada moça levará uma das letra que formará a palavra PASTOR, presa no braço esquerdo, na mesma seqüência. As letras que formarão a palavra pastor devem ser bem grandes. As da palavra esposa poderão ser um pouco menor. Todas as letras devem ser de cor bem viva. uma fita presa atrás das letras servirá para amarrá-las no braço e no peito das moças
À medida que o narrador for falando, as moças vão entrando para formar a palavra pastor.
Narrador
Hoje, de maneira especial, agradecemos a Deus a vida do nosso pastor. Agradecemos a bênção de tê-lo como nosso guia espiritual, por sua vida e seu ministério..
(Entra a 1ª moça com as letra P no peito e E no braço, e fala
Prontidão
O nosso pastor está sempre pronto a nos atender. prontidão é uma característica sua. Em cada situação o nosso pastor antevê possíveis soluções e está sempre pronto agir sem demora. Muito obrigada, pastor pela sua prontidão.
(Entra a 2 moça ª com as letra A no peito e S no braço, e fala
Amor
Amor é outra característica do nosso pastor. Tantas vezes o pastor tem que dar de si, sem nada receber, amando o seu rebanho à semelhança de Cristo.
Muito obrigada, pastor, pelo seu amor!
(Entra a 3ª moça com as letra S no peito e P no braço, e fala
Solidariedade
O pastor está sempre solidário com as suas ovelhas. Sabe alegrar com os que se alegram e sofrer com os que sofrem, tendo sempre uma palavra de ânimo e conforto para as suas ovelhas. A SOLIDARIEDADE é outra característica do nosso pastor.
(Entra a 4ª moça com as letra T no peito e o no braço, e fala
Trabalho
Cuidar de cada ovelha, alimentá-la, protegê-la e ajudá-la a crescer, são atividades que ocupam o tempo do pastor. O seu trabalho não tem horário pré-estabelecido, são 24 horas do dia! E ele está sempre pronto a nos atender.
Muito obrigado, pastor, pelo seu trabalho.
(Entra a 5 moça ª com as letra O no peito e S no braço, e fala
Otimismo
Eis outra qualidade do nosso pastor: O OTIMISMO. O pastor tem sempre uma palavra de otimismo e de ânimo para dirigir às suas ovelhas. Ele nos ajuda a encarar os problemas e as horas difíceis com confiança, na certeza de que uma solução favorável, dada por Deus virá.
(Entra a 6ª moça com a letra R no peito e A no braço, e fala
Renúncia
Sim, a renúncia! Quantas vezes o pastor deixa seus próprios interesses para agir em favor de seu rebanho. Muito obrigada, pastor, pela sua grande renúncia!
Narrador
Por tudo isso, pastor, e por muito mais que o senhor representa para nós, a igreja do senhor, é bom podermos dizer:
Todas – somos muito gratos Pastor, nós te amamos no  Senhor!
PERSONAGENS
6 moças e um narrador.
CENÁRIO
O narrador deve colocar-se do lado esquerdo. O pastor e a esposa são convidados a sentarem-se do lado direito. As moças, à medida que forem entrando, vão se colocando no centro do palco. Cada moça levará uma das letra que formará a palavra PASTOR, presa no braço esquerdo, na mesma seqüência. As letras que formarão a palavra pastor devem ser bem grandes. As da palavra esposa poderão ser um pouco menor. Todas as letras devem ser de cor bem viva. Uma fita presa atrás das letras servirá para amarrá-las no braço e no peito das moças
À medida que o narrador for falando, as moças vão entrando para formar a palavra pastor.
Narrador
Hoje, de maneira especial, agradecemos a Deus a vida do nosso pastor. Agradecemos à bênção de tê-lo como nosso guia espiritual, por sua vida e seu ministério. Pois ele é o homem que Deus escolheu
 
Reconhecido pastor verdadeiro
Olhando para esta igreja
Leva pessoas a Jesus Cristo
Dignifica seu nome no que faz
Orando por quem é incapaz.
Sua vida nas mãos do senhor
Indo por onde for
Levará consigo a família
Vivendo com integridade
Amando a palavra e a verdade.
Seu lema, em qualquer lugar
Consigo sempre trará
Arraigado no coração,
para suas ovelhas cuidar

PRONTIDÃO, AMOR,  SOLIDARIEDADE, TRABALHO, OTIMISMO E RENUNCIA

(Entra a 1ª moça com a letra P no peito e no braço, e fala
Prontidão
O nosso pastor está sempre pronto a nos atender. prontidão é uma característica sua. Em cada situação o nosso pastor antevê possíveis soluções e está sempre pronto agir sem demora. Muito obrigada, pastor pela sua prontidão.
(Entra a 2 moças ª com a letra A no peito e S no braço, e fala
Amor
Amor é outra característica do nosso pastor. Tantas vezes o pastor tem mque dar de sis, sem nada receber, amando o seu rebanho à semelhança de Cristo.
Muito obrigada, pastor, pelo seu amor!
(Entra a 3ª moça com a letra S no peito e P no braço, e fala
Solidariedade
O pastor está sempre solidário com as suas ovelhas. Sabe alegrar com os que se alegram e sofrer com os que sofrem, tendo sempre uma palavra de ânimo e conforto para as suas ovelhas. A SOLIDARIEDADE é outra característica do nosso pastor.
(Entra a 4ª moça com a letra T no peito e o no braço, e fala
Trabalho
Cuidar de cada ovelha, alimentá-la, protegê-la e ajudá-la a crescer, são atividades que ocupam o tempo do pastor. O seu trabalho não tem horário pré-estabelecido, são 24 horas do dia! E ele está sempre pronto a nos atender.
Muito obrigado, pastor, pelo seu trabalho.
(Entra a 5 moça ª com as letra O no peito e S no braço, e fala
Otimismo
Eis outra qualidade do nosso pastor: O OTIMISMO. O pastor tem sempre uma palavra de otimismo e de ânimo para dirigir às suas ovelhas. Ele nos ajuda a encarar os problemas e as horas difíceis com confiança, na certeza de que uma solução favorável, dada por Deus virá.
(Entra a 6ª moça com a letra R no peito e A no braço, e fala
Renúncia
Sim, a renúncia! Quantas vezes o pastor deixa seus próprios interesses para agir em favor de seu rebanho. Muito obrigada, pastor, pela sua grande renúncia!
Narrador
Por tudo isso, pastor, e por muito mais que o senhor representa para nós, a igreja do senhor, é bom podermos dizer:
Todas – somos muito gratos Pastor, nós te amamos no  senhor!


Jogral 02

PERSONAGENS: 6 crianças mais ou menos do mesmo tamanhoum narrador.
CENÁRIO: O narrador deve colocar-se do lado esquerdo. As crianças, à medida que forem entrando, vão se colocando no centro do palco. Cada criança levará uma das letras que formará a palavra PASTOR. As letras que formarão a palavra pastor devem ser bem grandes. Todas as letras devem ser de cor bem viva.À medida que o narrador for falando, as crianças vão entrando para formar a palavra pastor.

Narrador: Hoje, de maneira especial, agradecemos a Deus a vida do nosso pastor. Agradecemos a bênção de tê-lo como nosso guia espiritual, por sua vida e seu ministério.

(Entra a 1ª criança com as letra P no peito e E no braço, e fala:)
Prontidão: O nosso pastor está sempre pronto a nos atender. Prontidão é uma característica sua. Em cada situação o nosso pastor antevê possíveis soluções e está sempre pronto agir sem demora. Muito obrigada, pastor pela sua prontidão.
(Entra a 2ª criança com as letra A no peito e S no braço, e fala:)
Amor: Amor é outra característica do nosso pastor. Tantas vezes o pastor tem que dar de si, sem nada receber, amando o seu rebanho à semelhança de Cristo.Muito obrigada, pastor, pelo seu amor!
(Entra a 3ª criança com as letra S no peito e P no braço, e fala:)
Solidariedade: O pastor está sempre solidário com as suas ovelhas. Sabe alegrar-se com os que se alegram e sofrer com os que sofrem, tendo sempre uma palavra de ânimo e conforto para as suas ovelhas. A SOLIDARIEDADE é outra característica do nosso pastor.
(Entra a 4ª criança com as letra T no peito e o no braço, e fala:)
Trabalho: Cuidar de cada ovelha, alimentá-la, protegê-la e ajudá-la a crescer, são atividades que ocupam o tempo do pastor. O seu trabalho não tem horário pré-estabelecido, são 24 horas do dia! E ele está sempre pronto a nos atender.Muito obrigado, pastor, pelo seu trabalho.

(Entra a 5ª criança com as letra O no peito e S no braço, e fala:)

Otimismo: Eis outra qualidade do nosso pastor: O OTIMISMO. O pastor tem sempre uma palavra de otimismo e de ânimo para dirigir às suas ovelhas. Ele nos ajuda a encarar os problemas e as horas difíceis com confiança, na certeza de que uma solução favorável, dada por Deus virá.

(Entra a 6ª criança com as letra R no peito e A no braço, e fala:)
Renúncia: Sim, a renúncia! Quantas vezes o pastor deixa seus próprios interesses para agir em favor de seu rebanho. Muito obrigada, pastor, pela sua grande renúncia!
Narrador: Por tudo isso, pastor, e por muito mais que o senhor representa para nós, é bom podermos dizer:

quinta-feira, 4 de junho de 2015

ELISEU O PROFETA QUE DEFENDEU SEU PAIS

                                        

Eliseu ora para que Deus abrisse os olhos do rapaz para que ele visse o monte cercado de cavalos e carros de fogo. Eram os anjos de Deus, prontos para defendê-los de todos os inimigos.

Texto Bíblico: 2 Reis 6.8-23


 Eliseu teve um ministério extremamente eficaz em toda a nação de Israel como em outras nações. Hoje veremos acontecimentos que envolvem o rei da Síria.
Deus sempre procura servos fiéis que se posicionem afim de que, o Nome DELE seja glorificado.

Objetivo

 Conduzir os alunos a confiarem que Deus sempre está a nos proteger. Não importa dificuldade que venha  nos afligir, ELE sempre  está conosco e nos salvará.


Exercitando a memória 

“Deus mandará que os anjos Dele cuidem de você para protegê-lo aonde quer que você for.” (Sl 91.11 – NTLH).

Deus sempre está a nos proteger. Lemos nas Escrituras que uma das funções dos anjos é proteger os servos de Deus. Os anjos são mensageiros de Deus, logo também nos transmitem suas ordens. Eles não ficam visíveis, a não ser em ocasiões que seja necessário, eles sempre cumprem fielmente as ordens de Deus.

Crescendo no conhecimento

Hoje continuaremos aprendendo sobre o profeta Eliseu, lembram-se dos milagres que Deus realizou através dele: Isso mesmo, água foi purificada, veneno foi tirado de um cozido, pães foram multiplicado e muitos comeram. Que coisas maravilhosas aconteceram, não é mesmo?
Nos dias do profeta Eliseu, houve guerra intermitente entre Israel e a Síria. O rei da Síria se chamava Ben-Hadade e planejou várias emboscadas para apanhar o rei de Israel. Mas o profeta Eliseu mandou um recado ao rei de Israel, avisando-lhe que não fosse para perto daquele lugar, pois os sírios estavam ali esperando escondidos para atacá-lo.

Então o rei de Israel avisou os homens que moravam naquele lugar, e eles ficaram alerta. Isso aconteceu várias vezes. O rei da Síria ficou muito aborrecido; então chamou os seus oficiais e lhes perguntou: 

— Qual de vocês está do lado do rei de Israel?

Um deles respondeu:

— Nenhum de nós, ó rei. O profeta Eliseu é quem conta ao rei de Israel tudo o que o senhor fala até mesmo dentro do seu próprio quarto.

Então o rei ordenou: 

— Descubram onde ele está, que eu o prenderei.

Contaram-lhe que Eliseu estava em Dotã, e ele mandou para lá uma grande tropa de soldados com cavalos e carros de guerra. Os soldados sírios chegaram de noite à cidade e em silêncio cercaram toda a cidade.

No dia seguinte cedinho, o empregado de Eliseu levantou-se e saiu de casa para apanhar água. Então ele viu as tropas sírias com os seus cavalos e carros de guerra, cercando a cidade. Geazi tomou um susto!!!

Voltou correndo e entrou em casa gritando para Eliseu: 

— Senhor, nós estamos perdidos! O que vamos fazer?

Mas, Eliseu já sabia o que estava acontecendo e disse: 

— Não tenha medo, pois aqueles que estão conosco são mais numerosos do que os que estão com eles.

Então Eliseu orou assim: 

— Ó SENHOR Deus, abre os olhos do meu empregado e deixa que ele veja!

Geazi não entendeu nada e pensou: “como que eu veja? Eu não sou cego!”

Deus respondeu à oração de Eliseu e fez com que Geazi visse algo que ele nunca imaginou ver, ele viu que ao redor dele e de Eliseu o morro estava coberto de cavalos e carros de fogo, eram anjos que vieram para protegê-los.

Quando os sírios viram Eliseu atacaram, mas Eliseu não estava com medo e orou assim: 

— Ó SENHOR Deus, faze com que esses homens fiquem cegos! 

Deus respondeu à oração de Eliseu e fez com que os soldados sírios ficassem cegos.

Então Eliseu foi falar com eles e disse: 

— Vocês estão no caminho errado; esta cidade não é a que estão procurando. Venham comigo, que eu vou levar vocês até o homem que estão procurando. 

E os guiou até a cidade de Samaria, onde todos os soldados israelitas estavam.

Logo que chegaram lá, Eliseu orou assim: 

— Ó SENHOR Deus, abre os olhos deles e deixa que eles vejam. 

Então Deus fez com que os sírios enxergassem de novo, e eles viram que estavam dentro da cidade de Samaria, cercados pelos soldados israelitas, que imediatamente os prenderam.

Então o rei de Israel, perguntou a Eliseu: 

— Devo matá-los, senhor? Devo matá-los?

Mas Eliseu respondeu veemente:

—Não! De jeito nenhum! Por acaso, o senhor mata os soldados que são feitos prisioneiros na guerra? Dê de comer e de beber a estes aqui e deixe que voltem para o rei deles.
Então o rei de Israel mandou fazer uma grande festa para aqueles sírios. E, depois que comeram e beberam, ele os mandou de volta para o rei da Síria são e salvos. E todos aqueles soldados e muitas pessoas na Síria creram no Deus de Israel, um Deus poderoso que realiza milagres e ainda cuida do seu povo. Daí em diante os sírios pararam de atacar a terra de Israel. 

                     


 
                                                                 DINÂMICA: FÉ

Objetivo: compreender que Deus recompensa a fé do cristão e que sua atitude de confiança
inabalável fortalece a vida de muitas pessoas.

Material: cinco metros de fio de nailon, moldes de pés feitos em cartolina ou papel cartão, caneta, fita adesiva.

Procedimento: começe a dinâmica distribuindo os desenhos dos pés. Depois peça que cada um escreva neles uma necessidade e os passos que precisam dar para alcançar uma promessa feita por Deus ou conquistar alvos na vida cristã. Depois que todos escreverem, com o pedaço de fita adesiva, fixe os desenhos dos pés na estrada invisivel ( o fio de nailon) e estique bem o fio. De longe só vai aparecer os pés.
     Termine falando que as pessoas da Bíblia não eram grandes por sua capacidade ou poder. Elas simplismente eram importantes porque tinham fé em um grande Deus. Elas caminhavam na estrada invisível da fé (Hb 11.6).

Fonte: Revista Ensinador cristão ano 6 nº 23 Julho/Agosto?Setembro-2005. 


http://elisjua.blogspot.com.br/2011_11_01_archive.html

sexta-feira, 6 de março de 2015

Dinâmica para a Aula de Nicodemos

O Coração que arrebenta com o calor 

Material: Vários grãos de milhos de pipocas  um para cada criança. 
Um saco comum de pipoca já estouradas uma para cada criança.
Objetivo: Deixar claro o que significa nascer de novo. 

* LIÇÃO * Vocês podem lembrar de alguma coisa que faz este som: pip - pop - pip - pop? (deixe as crianças falarem). 
Eu me lembro de pipocas estourando. Vocês não podem ouvir este som quando o milho de pipoca esta estourando e se tornando branco e macio? 
Eu tenho alguns grãos de milho aqui. (Dê um para cada criança). 

Notem como eles são duros. Vocês não poderiam come-los. Não existe nada de atrativo neles. mas se nós os colocarmos no fogo logo eles começaram a estourar. O calor do fogo quebra a casca dura fazendo o interior sair para fora, e você tem deliciosas macias e brancas pipocas como essas que eu tenho aqui.

 (Dê uma para cada criança ). Olhem atentamente. O coração agora esta exposto. Somente Deus poderia ter criado uma coisa desta. 
Agora olhem (atentamente)novamente para este grão de milho cru. Se você não tem o Senhor Jesus como Senhor do seu coração, você esta como esse grão duro. Você não tem paz em seu coração e não tem certeza de para onde vai depois desta vida. 
Na verdade você não é feliz. Você não gosta de pensar em Deus. Seu coração está com uma casca dura e a única coisa que pode quebrar esta casca é o calor da Palavra de Deus. Seus corações estão preparados com as orações de pessoas que amam vocês assim como o milho é preparado para ser levado ao fogo. Então com o calor da palavra de Deus seu coração é amaciado e começa a se expor.
 Você pede ao Senhor Jesus, que morreu na cruz por você e pelos seus pecados, para entrar em seu coração e salvá-lo. Seu coração então vai se tornando limpo e branco sua vida é transformada. A Bíblia chama essa experiência de "Novo Nascimento". João 3.3,7 Você nasce na família de Deus e se torna seu filho quando recebe Jesus como seu Salvador. Você gostaria de ser um filho de Deus?

 Na aula passada falamos o que é ser ciatura de Deus e Filho de Deus, em primeiro momento todos somos Criaturas mas quando aceitamos o Sr como Pai passamos de Criaturas para Filhos. No ano passado quando demos esta aula usei a Dinâmica do sonrisol, muito bom para entenderem a atuação do ES em nossa vida. Segue a dinâmica: b) A primeira pessoa traz um sonrisal e coloca-o em cima da tampa e se afasta. c) A segunda pessoa coloca o sonrisal no copo, dentro d’agua, mas com envelope, e se afasta. d) A terceira pessoa tira o sonrisal do envelope e coloca-o dentro da água. Segura o copo e deixa o povo observar o que acontece. 
Depois, pergunta: O que aconteceu? (Deixar falar.) Para decidir em tomar a agua e qual tomar, primeiro tenho que ter a conciencia que preciso, de que estou doente. E Agora? Qual dos tres copos faria mais efeito se você tivesse passando mal e o bebesse? Assim age o ES e assim entendeu Nicodemos, O ES só age assim... *Não basta ouvir falar de Jesus, ouvir seus conselhos e nada fazer ( pegar o sonrisol, tirar a embalagem e colocar no copo e beber). *Tambem não adianta pegar, colocar no copo e só. Ir nos cultos e desanimar. ( Não orar, buscar ter experiencias, madrugar, jejuar... tirar a embalagem e tomar não é para desanimados) * O ES só age se tirarmos a embalagem, tirar tudo aquilo que entristece o Sr Jesus, palavrões, girias, maus habitos que estavam comigo antes... tenho que nascer de novo, tirar a embalagem jogar no copo e tomar, deixar o ES agir curando e sarando nossas feridas. Lembra quem foi um dos dois que Sepultaram o Sr? Nicodemos - passou de Criatura a Filho de Deus. 

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

COMO ELABORAR UM PLANO DE MISSÕES

                                


Em primeiro lugar, possua visão missionária antes de transmiti-la aos alunos.
Aumente a sua visão. Conheça organizações missionárias e seus respectivos obreiros.
Assista à Conferências e reuniões missionárias.
Corresponda-se com missionários.
Leia biografias de missionários.
Contribua sistematicamente para a obra missionária.
Possua uma boa biblioteca sobre missões.

PLANEJAMENTO
1. Planeje seu programa missionário de antemão, para o ano todo.
2. Escolha quais os países a serem estudados e os missionários a serem ajudados.
3. Escolha quais as histórias missionárias a serem usadas na classe. Adquira-as.
4. Adquira um mapa mundi e mapas dos países a serem estudados.
5. Ensine diversos cânticos missionários durante o ano.
6. Faça um grande mapa mundi, afixando um retrato do missionário sobre ou perto da parte do mundo onde trabalha. Fixe na sala do Departamento Infantil.
7. Ensine um versículo missionário por mês (com recursos visuais).
8. Planeje um culto missionário por mês (de acordo com os recursos do Departamento Infantil).
9. Peça ajuda das senhoras da Igreja para confeccionarem bandeiras em tecido dos países que vão ser abordados.
10. Colecione revistas que mostram figuras de outros países. Ex: "Geográfica e Viajar".

Uma maneira incentivar os nossos alunos a evangelizarem é fazendo com que eles orem pelos outros paises, e com esse objetivo, pode ser feitas algumas coisas para incentivá-los a fazerem isso.
por exemplo:
- Dê a cada criança o desenho de uma BANDEIRA do pais pelo qual eles devem orar.
a Alemanha, por exemplo.

- peça a eles para colorirem o desenho, depois cole um palito de algodão-doce na bandeira e diga a eles pra levarem para a casa e orarem pra aquele pais, todos os dias,durante toda a semana.

- aproveite essa oportunidade pra falar um pouco sobre a necessidade que o pais tem de conhecer a palavra de Deus, mais ñ tome muito tempo da aula pra poder ensinar a lição.

- peça aos alunos que tragam a bandeira na semana seguinte pra que possam trocar por outra bandeira,
-___________________________________________________________________

Informações que podem ser colocadas no mural Missionário de sua sala ou igreja, vejam:

1. Nome do Missionário (e de sua família);
2. Necessidades pessoais do Missionário;
3. Coloque o nome do país ou local o qual o missionário se encontra;
4. Condições atuais do país ou lugar;
5. Tipos de Religiões existentes no país;
6. Necessidades do campo missionário;
7. Se for possível peça para que o missionário escreva uma carta para as crianças antecipadamente;
8. Peça fotos do país e de sua família;
9. Faça um marcador de Bíblia para cada criança, para que orem pelo missionário e pelas crianças daquele lugar;
10. Se o missionário não estiver muito longe, faça uma cesta missionária e peça para as crianças trazerem coisas como: Sabonete, creme dental, alimentos não perecíveis, etc. Para que vocês possam enviar para o missionário.
11. Peça para as crianças escreverem cartinhas para os missionários.
FONTE.
http://www.escoladominical.net/forum/index.php

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

CULTO INFANTIL

CULTO INFANTIL

Vamos falar hoje de Culto Infantil!!!! 
Um momento em que toda a programação é voltada para os pequeninos.
É importante destacar que o culto infantil deve ser diferente da E.B.D., objetivo da Escola Bíblica Dominical é ensinar a palavra de Deus, já o culto infantil tem como objetivo incentivar as crianças a adorar a Deus. O Culto direcionado para as crianças tem uma grande importância, pois crianças são naturalmente curiosas e elas sempre esperam algo de novo.

Programação para o Culto Infantil:

1) Oração inicial:
É importante desde cedo incentivar nossas crianças a manter o hábito da oração, e mostrar que esta é a forma de nos comunicarmos com Deus. Devemos dizer às crianças que a oração é um momento de agradecimento a Deus por tudo que ele nos dá (alimento, família, vestes, amigos, etc). Uma maneira de ensinar a criança a orar é você (adulto/professor) fazer uma oração e pedir que as elas repitam o que você for falando. Dessa maneira você consegue também a concentração da criança, pois assim pode evitar que algumas orem e outras fiquem dispersas.

Momento do Louvor:
Crianças adoram cantar, amam este momento musical. Você mesmo pode cantar ou escolher duas ou três crianças para fazer este momento. É importante que as crianças sejam extrovertidas, pois este momento é animado e precisa de crianças que se soltem e não ficam com vergonha diante de um público. Observe seu grupo de crianças, você vai perceber que sempre tem aquelas que se destacam no momento do louvor, aproveite estas crianças.
Lembrando a importância de incentivar elas a louvarem a DEUS.

Leitura Bíblica:
É importante destacar que este momento deve ser lido um versículo curto e simples, para que elas possam acompanhar e entender a leitura. Também pode ser feita a leitura de forma diversificada (um versículo ser lido somente pelos meninos, e depois pelas meninas, leitura alternada, etc.). Se o culto tiver um tema bíblico escolhido, esta é a hora de ler o tema.
 

Apresentação dos visitantes:
Lembre-se de escolher uma pessoa (que faça parte da organização do culto, pode ser outra tia ou uma auxiliar do departamento infantil) para ficar na entrada da igreja anotando os nomes dos visitantes. Atenção na hora de anotar os nomes porque chegam grupos infantis e também crianças com os pais. Se vierem grupos infantis procure saber o nome do grupo, a tia/professora/dirigente que está acompanhando, de qual bairro ou cidade eles estão vindo, é importante saber se este grupo vai apresentar um louvor, para que na hora das oportunidades fique de forma organizada a hora de cada grupo cantar. Peça para anotar também o nome (denominação) da igreja que cada grupo faz parte e não se esqueça de anotar o nome do pastor.
Exemplo: Grupo infantil (nome do grupo) / Tia (nome da tia) / Igreja (denominação) do bairro ou cidade (nome) / do Pastor (nome do pastor). Obs.: vai louvar!
Você pode pedir que no momento em que for falado o nome de cada grupo os componentes façam um sinal para todos conhecerem, pode ser levantar a mão, ficar de pé, isso fica a sua escolha. Depois de apresentar todos os visitantes é bem legal cantar um corinho de boas vindas ou o que também pode ser feito é você treinar antes com suas crianças uma frase de boas vindas. Exemplo: “SEJAM BEM VINDOS! ESTAMOS FELIZES POR ESTAREM AQUI E VOLTE SEMPRE!” 
Oportunidades:
Este momento é bem simples, mas precisa de atenção. Ofereça a oportunidade para o seu grupo de crianças louvarem a Deus. Depois você vai oferecendo as oportunidades para os grupos visitantes e também as crianças que cantam sozinhas. Lembrando que nos cultos tem os grupos e as crianças que cantam sozinhas, tudo isso deve estar anotado na folha de nomes dos visitantes. Sempre depois de cada apresentação parabenize, crianças gostam de ter reconhecimentos de suas ações.

Oferta:
Fale com as crianças a importância deste momento, que é com as ofertas que nós cuidamos da casa de Deus, a igreja. Pergunte a elas se gostam de ter uma casa bem cuidada e arrumada e para isso o papai e a mamãe trabalham, recebem o dinheiro e podem deixar a casa mais bonita. Uma conversa rápida com o objetivo de mostrar a importância e para que é usada a oferta, destacando também que a oferta agrada a Deus pois assim estamos ajudando no crescimento da obra do Senhor. Você pode escolher uma ou duas crianças para recolher as ofertas (ideal que as crianças sejam maiores, acima de 9 anos), uma tia ou um auxiliar do trabalho infantil. Pode ser cantado um corinho por uma tia ou até mesmo uma criança.

Mensagem / História Bíblica:
Uma das partes mais importantes do Culto. Geralmente é convidada uma pessoa para trazer a mensagem, e um fator importante, é convidar alguém que pregue para as crianças, que traga mensagens bíblicas com contexto direcionadas para os pequeninos. Muito cuidado na escolha, deve-se conhecer a pessoa, ou pelo menos ter indicações a respeito dela. Interessante é procurar saber a agenda da pessoa para poder assistir uma de suas mensagens / histórias bíblicas. Deve-se convidar a pessoa formalmente, enviando-lhe uma carta convite em folha timbrada com o endereço da sua igreja, assinada pelo pastor e pela pessoa que é líder do departamento infantil, com pelo menos 1 a 2 meses de antecedência, contendo na carta a hora e local do evento, se você escolher tema bíblico, deve também escrevê-lo na carta, para que a pessoa possa se preparar. Convite feito e aceito mantenha contato (via telefone, email. etc) com a pessoa convidada para que ela possa dizer se vai utilizar algum recurso visual para o momento da mensagem. Geralmente são usados cartazes (a pessoa que vai contar a história já possui) e pode precisar de algum tipo de apoio. Se a pessoa escolher utilizar fantoches irá precisar de um espaço para montar a “casa” do fantoche ou se for utilizar o data-show (caso a igreja possua este recurso) também deve ser montado antes do início do culto para não haja distração por parte das crianças e também para ganhar tempo.

Oração final:
Faça uma oração com todas as crianças agradecendo aquele momento de adoração, o momento em que estavam na casa de Deus para agradecer por tudo que ele faz em nossas vidas. Agradeça a Deus por cada criança presente e peça que ele continue abençoando a cada um e aos seus familiares. Da mesma forma que na oração inicial você (adulto/professor) pode fazer a oração e pedir que repitam o que você for falando. 
Brindes:
Uma maneira de conquistar as crianças de sua igreja e os visitantes é entregar-lhes uma lembrançinha, pode ser de e.v.a ou até mesmo um saquinho com algumas balas, o importante é que seja feita com amor e carinho.

Despeça das crianças com carinho. Se já estiver marcado o próximo culto, avise as crianças, falando a data e o horário para que elas venham e tragam visitantes (seu amiguinho de escola, vizinho, parente e etc). Pois assim você já os ensina a serem “evangelizadores” desde cedo.
Obs.: Faça uma escala para cada culto, quem vai ler a palavra, quem vai orar e quem deseja louvar, para que todos possam participar.

Ore a Deus pedindo orientação para este culto. Que tudo que for feito seja para honra e glória do nome dEle.